segunda-feira, 5 de maio de 2008

Carta da África do Sul


Bem hajam - P. Durães e João Cláudio - pela criação de instrumentos para partilha de informação e divulgação sobre o Congresso Missionário.
Há uns anos encontrei um espanhol em Salamanca que, enquanto me escrevia o seu e-mail num papelito, me dizia "hombre, hoy dia se no tienes e-mail no existes". Pois agora creio que podemos dizer outro tanto sobre os blogs!
Parabéns por mais esta iniciativa a favor do anúncio do Evangelho a todos os povos!

Ficai certos da minha união na Oração e na oferta diária de mim mesmo para que o vosso serviço á Missão seja coroado de êxitos e Portugal - a Igreja portuguesa - viva a Missão com tal intensidade e paixão de modo a rasgar e alargar os horizontes - "em Jerusalém e até aos confins da terra"! Se os Apóstolos não tivessem escutado o Espírito (o protagonista da Missão!) e não tivessem saído de Jerusalém, muito provavelmente estariam ainda hoje escrevendo cartas e lamentando-se das grandes necessidades da sua igreja local...

P. Durães, bem haja de todo o coração pela fraterna partilha dos materias de divulgação do Congresso que recebi há cerca de uma semana. Confesso que foi com enorme emoção, gratidão e alegria que abri o envelope e me dediquei a cada um dos items nele contidos. Bem haja por me fazer parte da fase final desse evento que, em tempos, começámos a sonhar!

Abraços e Bênçãos para si e todos os irmãos e irmãs empenhados no serviço missionário da Igreja portuguesa.


Pe. Zé Martins
1Maio'08
Osizweni - África do Sul

2 comentários:

amaromar disse...

Bem haja Sr. Pe. Zé Martins por existir. É sempre com muita emoção que se recebem notícias suas, seja de que modo for. Nas suas palavras abrem-se sempre horizontes e rasga-se o coração.
Certamente que no Congresso não será esquecido o seu trabalho, a dádiva de si mesmo. E a Missão é mesmo isso, dádiva - sem isso não tinha sentido.
Um forte abraço de amizade, e a certeza de que está sempre na nossa oração e no nosso coração.

tony neves disse...

Olá Zé, um grande abraço com votos de uma excelente Missão.
Continuamos a sentir a tua falta, certamente quando muitos outros sentem a tua presença e intervenção.
Desejo, em vésperas de Pentecostes, toda a força e coragem do ES para que continues a ser o que és.
Abraço. tony Neves